Só acontece comigo #9

Com o inicio de 2014 a única coisa que se passava em minha mente era o fato de que no fim do ano eu finamente iria sair da escola, e o juramento que eu tinha feito comigo mesma era que depois disso só pisaria novamente em tal local em casos que não há como fugir. (Ex: votar, pegar histórico escolar porque as pessoas não acreditam em você quando ouvem um: "Eu tenho o 2º grau completo." elas querem que você comprove isso com um pedaço de papel, vamos confiar mais uns nos outros amiguinhos.) Mas, como vocês bem sabem desde que eu comecei a escrever por essas bandas, Deus é um eterno "RÁÁÁÁ PEGADINHA DO MALANDRO!" com a minha pessoa, às vezes tento me lembrar do momento em que caçoei Dele, porque só um possível bullying que pratiquei com o Senhor é capaz de explicar essa raiva acumulada que Ele aparenta ter para com a Tatisinha aqui. Pois bem, prosseguindo. O que acontece é que eu arrumei um novo emprego. Em uma escola. Eu trabalho em U.M.A E.S.C.O.L.A. E o meu contrato como "Jovem Aprendiz" - sou menor de idade mas sou trabalhadora ™ - tem quase dois anos de duração, e depois disso as possibilidades de efetivação são de 99.99% ou seja, eu não vou sair da escola tão cedo. E o tema do azar de hoje é a minha escola, não meu trabalho, não... Fiquei confusa alguém traz um copo de água, por favor.

Trabalho bom é trabalho que você fica exatas seis horas sentada, na sua mesa, sem ter que dialogar com gente mal educada, mas ai chega a hora do intervalo, e uma criatura dos olhinhos puxados e a boca três vezes mais aberta que o olho devido ao choro entra na secretaria e não se sabe se soluça ou se fala.

- O que aconteceu? Por que você tá chorando?
- Eu quero minha mãããããe!!! - o catarro escorre, o soluço vem entre as lágrimas.
- Conta pra tia o que aconteceu.
- O Pedro. - catarro - Ele me chamou de Peixonauta!

Dica do dia: quando estiver perdendo uma discussão com alguém, chame-a de Peixonauta. Irá tocar os sentimentos mais profundos da pessoa, e de quebra ganha a discussão.

Primeiro post de Fevereiro é na verdade um meio de explicar meu sumiço, a rotina mudou e eu estava em uma fase não-to-sabendo-administrar-minha-vida-alguém-ajuda. Mas já passou como tudo passa. São águas passadas, escolhas erradas. Como diria sua mãe, até uva passa!
E pra quem se interessar: menininho Peixonauta passa bem.

12 comentários:

  1. kkkkkkk, ai gente, socorro, tô rindo aqui, kkkk não vou esquecer dessa história nunca mais. Mas falando sério, que bom que o peixonauta, digo, garotinho tá bem haha. Ah uma curiosidade, você conseguiu não rir na cara do menino? Porque com certeza, eu riria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi difícil mas eu consegui não rir, só troquei olhares com meu colega de trabalho e a gente tentou se controlar kk

      Excluir
  2. Tati, eu tô chorando de rir kkkkkkkk você não riu da cara do peixonauta? Eu rira e não é pouco.

    ResponderExcluir
  3. Peixonata e um desenho q meus afilhados gostavam de ver.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, aí eu fico tentando lembrar se era tão idiota quando tinha essa idade. Minha mãe disse que eu era esquisito, mas ela dá essa resposta pra qualquer pergunta que eu faça sobre mim mesmo. Eu sei que era caladinho, então não falava coisas tão profanas e ofensivas para meus coleguinhas. Rs

    obs: Todas as crianças são irritantes? Não tem nenhuma fofinha? Eu gosto de crianças. Pelo menos das que são fofinhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem fofinhas sim :3
      Na verdade na escola vai desde o Jardim I até a faculdade, então prefiro lidar com os peixonautas do que com os do terceiro ano do ensino médio, são muito idiotas .-.

      Excluir
  5. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK meu pai. É nesse tipo de situação que eu paro, respiro lentamente, olho pra cima e "seriously?/??????!!1". O que é que você fez depois, Tati plmdds? E ah, paciência. <3

    ResponderExcluir
  6. HAHAHAHAHAHA COMO EU AMO SEUS POSTS VEIK ME DAR UM ABRAÇO.
    Parabéns pelo emprego, meu sonho tb é ficar sentada 6h no ar condicionado etc.
    TADINHO DO MENINO. Sei lá, vc devia ter abraçado ele. Qnd eu acabei a faculdade eu tb não queria voltar lá nunca mais, mas tb precisei voltar pra pegar o diploma e tirar a carteira da OAB CRY.
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa, é interessante observar como os termos ofensivos vão avançando junto com o grau de escolaridade.

    Realmente, Tati, a criança peixonauta SÓ ACONTECE com você. Amo essa categoria do blog <3 aposto que mais episódios virão desse trabalho.

    Ah, e adorei seus últimos comentários lá no blog, de verdade.
    Sim, a Record fez o favor de popularizar Breaking Bad. Uma droga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que esse quase um mês trabalhando lá já me rendeu uns três posts de Só Acontece Comigo kkk

      Excluir

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3