Nana gigante, que a Cuca vem pegar.



Quarenta e cinco minutos do segundo tempo de Fevereiro e eu eis que dou o ar da minha graça para postar aqui, mas vamos ao assunto do post que eu tenho essa mania chata de começar a falar e nunca mais parar.

No meio do ano passado, com o aumento do valor das passagens dos transportes públicos de diversos lugares do país, alguns brasileiros resolveram sair às ruas e protestar contra a situação, até cheguei a postar sobre o assunto porque cá entre nós foi muito bom ver que havia uma possibilidade de o brasileiro não ser tão acomodado a tudo, mas desde então tenho visto repetidamente em jornais que os "protestos" - com direito a aspas por envolver vandalismo e furto, querer mudar algo errado do seu país com mais erros se chama tolice meus amigos - viraram rotina. Protestar é algo ruim? Não, não é afinal nós não estamos mais vivendo na época da ditadura. Protesto virar "rotina" é algo ruim? Depende. Um protesto rotineiro com argumentos bons seria ótimo, mas um protesto contra a Copa do Mundo que já está batendo nas nossas portas não vai funcionar.

Não vou defender político, não vou defender manifestante muito menos dizer que concordei com essa ideia de a Copa do Mundo ser no Brasil. É injusto o dinheiro do país ser gasto com futebol sendo que vemos problemas diariamente por onde passamos? Sim, é injusto. Mas, mais injusto ainda é sair nas ruas e atrapalhar quem precisa trabalhar pra sustentar a casa, é injusto depredar comércios e furtar mercadorias de pessoas que não tem absolutamente nada a ver com a decisão da Copa, é injusto tentar agredir policiais que estão ali porque aquele é o trabalho deles e nada mais, tem policial que é bandido sim e não tem porque ficar negando isso na internet só pra não trazer problemas, mas no meio daqueles que tentam amenizar a violência das manifestações pode haver um policial que realmente gosta de proteger as pessoas, que tem uma família esperando por ele em casa com medo de que talvez ele não volte mais, se o dinheiro do país ser gasto com futebol é injusto levar bombas caseiras para manifestações e machucar pessoas que assim como você possuem uma vida é mais injusto ainda.

O país foi escolhido como sede da Copa 2014 em meados de 2007 e o brasileiro quer ir contra a decisão em 2014, faltando meses para o inicio oficial do evento. Vai resolver o problema? Vão desistir da Copa e investir o dinheiro em coisas mais importantes? Todo mundo sabe que não, se alguém realmente quisesse mudança teriam tentado mudar algo há sete anos e não agora.

Você reclama da educação, mas não para um minuto de conversar ou mexer no celular para prestar atenção na aula do seu professor. Você reclama dos hospitais, mas não percebe que quem faz os hospitais são os funcionários, se os médicos nos tratam com hostilidade não é protesto que vai resolver isso e se a infraestrutura do local está ruim a culpa é de quem o usa afinal nada se destrói sozinho. Você reclama do transporte público, mas coloca fogo no mesmo, o quebra e machuca pessoas que assim como você estão ali porque precisam e não porque realmente querem. Você reclama da situação dos parques, do asfalto velho e da sujeira das cidades, mas esquece que quem joga lixo no chão e maltrata locais públicos são os mesmos cidadãos que saem nas ruas pedindo por melhorias. Você reclama do país, mas não percebe que se estivesse vivendo em qualquer outro lugar do mundo, acharia reclamações do mesmo jeito e poderia estar vivendo em condições piores. Poderia estar passando fome, poderia estar sofrendo a consequência de um desastre natural inesperado, poderia estar vivendo em meio à guerra. Você nesse exato momento poderia estar sendo baleado em um confronto simplesmente por estar no lugar errado, na hora errada.

O gigante diz que acordou sem perceber que continua com a cantiga de ninar ecoando pelas ruas.

Pule carnaval agora, semana que vem a gente tenta mudar o que precisava ser mudado há sete anos não é mesmo?

Comentários

  1. Você está certíssima. Até porque, o dinheiro gasto com a Copa já foi investido, e todo mundo sempre soube que era o fim ter a Copa aqui e mesmo assim achou lindo. Também acho meio tarde pra protestar.
    Os protestos são bem vindos e necessários, mas a conscientização do povo nas demais áreas, de mudar a si mesmo pra depois tentar mudar o país ainda é precária. Mas o povo também não tem educação. E a educação é ruim pq elegeram governantes que cagam pra qualidade de ensino, pq interessa a eles que o povo seja ignorante mesmo. Nenhum governante quer dar a arma da educação, crítica e bom senso para o povo, porque isso seria prejudicial à eles.
    Resumindo, o Brasil não tem jeito. Vamos estudar, ficar rycas e ir embora pra Finlândia.
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir
  2. O problema maior é o seguinte: a maioria das pessoas que saem para protestar e reclamar do governo tem preguiça de assistir propagandas eleitorais, procurar as propostas das campanhas, escolher, votar em um bom candidato e principalmente cobrar o cumprimento das famosas promessas de campanha. A maior forma de protesto é na urna e não na rua.

    ResponderExcluir
  3. Concordo em gênero, número e grau, só discordo de que quem faz os hospitais são só os funcionários. Claro que eles são parte integrante, mas pra ter material e remédio é preciso que alguém de fora, no caso secretária da saúde e etc, invistam nisso. A culpa não é do funcionário ou do médico que não tem paracetamol pra dor de cabeça, no melhor dos casos. Enfim, exceto isso, eu concordo demais com o texto e acho que o brasileiro é muito preguiçoso, porque esses protestos deveriam ter acontecido há tempos, não somente pela copa, mas pelos bilhões de impostos que pagamos e não temos retorno suficiente e entre outras coisas. Só que, principalmente, esses protestos deveriam ter acontecido há mais tempo, porque deveria ter sido há 4 anos atrás, há 2, na hora de votar, na hora de exercer o direito de decidir o que se quer pro país. Mas, brasileiro é muito preguiçoso, e é muito cômodo só dizer: "ah, não tem mais jeito, não tem ninguém que preste pra votar, vou votar nulo" ou somente votar por votar, porque fulaninho vai votar nesses ou naquele. Brasileiro é preguiçoso porque não arregaça as mangas pra lutar pelos seus direitos na hora que tem que lutar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Então, entendo seu ponto de vista, mas acho que o buraco é mais embaixo. Quando foi anunciado que a Copa seria aqui, não era possível protestar contra tudo que aconteceu depois. Ser contrário à realização da Copa aqui não é uma reclamação vazia de "não temos estrutura". É uma reclamação de como a Copa serviu de desculpa pra realização de obras superfaturadas e expulsão de populações carentes e minorias de seus lugares. São denúncias que vão muito além disso e, se você estiver interessada no assunto, indico esse texto aqui: http://bit.ly/1bmzXX6
    Falar "brasileiro é isso ou aquilo" não é algo muito positivo, é meio que um pensamento automático. "Brasileiro" não é uma coisa só. Existem as elites, existe a classe média conservadora, existem ativistas que lutaram contra a Copa desde o começo. E muita gente não sabia como a Copa poderia ser prejudicial às minorias do país lá no começo, porque nem todo mundo tem acesso à informação de qualidade. Quando as manifestações explodiram ano passado abriu precedente pra que esse assunto fosse discutido.
    Sobre a polícia, concordo que são pessoas que estão ali do lado e merecem respeito, mas a polícia como instituição é um absurdo. Talvez seja complicado entender isso com o certo distanciamento que nós temos, mas a polícia trabalha segundo princípios que desrespeitam direitos básicos. A repressão aos protestos anti-copa que aconteceram esse ano foi absurda! Agressão gratuita, arbitrariedade, racismo...
    Enfim, Tati, acho que esse texto poderia muito bem ter sido escrito por mim antes de eu entrar em contato com outras ideias. Espero que você se anime de ler :)
    Beijo!

    ResponderExcluir
  5. É por isso que eu te amo, está vendo? hahah
    Amei o post, e sabe, é interessante, porque eu tenho um amigo que está constantemente envolvido nessas manifestações. E eu só enxergo contradição, tipo: o governo está longe de ser ideal, mas ele pões latas de lixo e você vai lá e queima? Que coisa idiota.
    Também acho que gastar dinheiro com copa é uma burrice, mas fazer o que, está sendo feito, e tentar protestar nos dias dos jogos agora só vai piorar a fama do país para o resto do mundo, e não vamos nos iludir, o dinheiro que entra aqui por turismo tem crescido muito nos últimos anos. Concordei com cada palavra do que você disse, e cara, como você é boa em crônicas, sério. Tanto colunista babaca por aí, e gente boa pra caralho escrevendo em blogs. Razões pelas quais eu amo a internet <3 rs

    obs: Tati, será que vc pode me passar o código contra cópia que usa no seu blog? Estou querendo aplicar no meu também.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com a Erika. O dinheiro já foi gasto, não adianta nada reclamar agora. Povo tem mania de pegar o bonde atrasado. Fora que, nos protestos que teve na minha cidade, eu vi que o pessoal ia mais pra tirar foto segurando cartaz pra botar no Facebook do que protestar seriamente. Era tudo um grande "rolezinho" e no final das contas nada foi resolvido. E as "exigências" extremamente vagas? "contra a corrupção" "contra a copa" "contra político x"... Por favor! Quem quer melhorar MESMO faz uma lista grande com problemas específicos e propõe melhorias em um debate, e não chega igual um animal com uma "exigência" que nem sabe pra que serve. Acho que esses protestos vazios, cheios de violência e vandalismo só refletem a ignorância política do povo, e o total desconhecimento das leis e dos próprios direitos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3