25 agosto 2020

Apresentando o Querido Clássico

Encontrei aqui. 


Em Junho comentei aqui no blog sobre como estava aproveitando a quarentena para falar ainda mais sobre literatura na internet, seja através do Projeto Rata de Biblioteca, com as resenhas que faço aqui e a divulgação (que ando falhando miseravelmente, por sinal), no Instagram @rbiblioteca, pelo canal literário no Youtube (que não consigo gravar nada há mais de um mês por vergonha, hehe), ou pelo Instagram literário. Nesse texto também falei sobre o Querido Clássico, projeto da Mia, que me convidou a escrever nele sobre literatura, e que naquele momento, ainda era voltado a um perfil no Instagram

Um plano levou ao outro e em Julho, o site do Querido Clássico foi ao ar. É muito gostoso ver a resposta que estamos recebendo com ele, o crescimento nas nossas redes sociais e como cada editora consegue dar seu toque especial aos clássicos da literatura, do cinema e das artes. Nos textos que já publiquei por lá, sempre tento traçar o paralelo entre o livro clássico, por mais antigo que seja, com nossa atualidade, para desmistificar o medo que muitos possuem de lê-los (porque todo mundo enraizou que são difíceis, e sim, existem os que levam tempo pra ler, mas nem todos são esse monstro de sete cabeças que imaginamos), e demonstrar o poder que a literatura possui em criticar de forma construtiva a natureza humana, e como, em uma sociedade que presta atenção a ela, pode servir como um grande guia para diversas questões. Para quem está prestando as provas do vestibular, também temos uma categoria em que falamos sobre os clássicos das leituras obrigatórias, explicando sobre eles e seus autores(as), a fim de, quem sabe, auxiliar nos estudos. 

O objetivo do Querido Clássico é, em linhas gerais, muito semelhante ao do Projeto Rata de Biblioteca: desmistificar um pré-conceito e torná-lo acessível e divertido. Acho que é por isso que acredito tanto em ambos e fico tão feliz de vê-lo tomar forma. Por enquanto, vou deixar aqui os links do que já publiquei por lá, e futuramente, todos eles estão salvos na aba "Sobre" aqui do blog, para quem se interessar. 

Admirável Mundo Novo e o conhece a ti mesmo. 

Edgar Allan Poe já sabia de tudo: a pandemia da COVID-19 e A Máscara da Morte Rubra.  

Mayombe, de Pepetela. 

Napoleão e o Espectro, um conto de Charlotte Brontë. 



3 comentários

  1. Que legal desse projeto. Gosto muito de ler sobre livros que estão na minha lista, e ainda mais seguir instagram de literatura pra ter recomendações.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Tô adorando visitar e ler seus conteúdos, são sempre os melhores!


    Meu Blog: Pamela Reis

    ResponderExcluir

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3

© Limonada
Maira Gall