Só acontece comigo #20

A blogueira que vos fala pede desculpas pela falta de atualizações na última semana. Informamos que estamos em planejamento para melhor atendê-los.

Pensamentos de transporte público.

Foram inúmeras ás vezes em que contei BA-BA-DOS ocorridos no transporte público. Para a alegria de vocês podem passar anos que eles simplesmente não param de acontecer, e eu sempre preciso compartilhar com alguém, ou seja: post novo no blog.

Mais um dia na cidade de São Paulo, onde quando não estamos sem água certamente estamos em um transporte público lotado. E lá estava eu, jovem estudante, trabalhadora, amiga dos animais, ás três da tarde entre um braço gordo e uma catraca machucando meu quadril. O que a maioria das pessoas não imagina é que eu não estava ali porque queria, e a vida sempre muito bondosa comigo resolveu colocar do outro lado da catraca justamente esse tipo de pessoa.

Haviam mais de sete pontos (ou paradas, não sei como vocês chamam, vou até fazer enquete) até que a
c e r t a p e s s o a retirasse sua massa corporal do meio de transporte, e os motoristas, pessoas muito felizes com seu trabalho, já estão acostumados a deixar as pessoas que não conseguem passar da catraca pagar a passagem e sair pela porta da frente, o que já é uma regra básica de convívio em sociedade praticamente. Mas esse ser iluminado que por ironia do destino estava do meu lado parece ter sido abduzido por um longo período de tempo porque ele simplesmente não sabia disso. Acompanhem o diálogo a seguir, se não for incomodo.

- Vamos espremer ai que eu tenho que descer daqui a pouco! - um jovem senhor não tão jovem assim fala com simpatia porém não muita enquanto empurra a catraca e balança todos os órgãos presentes em meu corpo. Detalhe: a catraca estava vermelha, não sei se todo mundo sabe mas ela só roda ao aparecer uma luz divina verde.
- Senhor, não tem pra onde ir.
- COMO NÃO TEM PRA ONDE IR - gotículas de cuspe hidratam minha pele no momento - EU PRECISO DESCER MINHA FILHA SE VIRA AI!
- É só pagar o motorista e pedir pra ele deixar descer pela frente.
- Ah é?
- É... 
- Será que ele deixa?
- Eles SEMPRE deixam.
- Pois bem, eu vou pedir. E se ele não abrir você que me pague!

AMIGA ME SEGURA QUE EU VOU PUXAR OS CABELOS DESSE HOMEM.

Resultado: o motorista abriu, começou a chover e o homem ficou parado na calçada no meio da chuva sem saber o que fazer.
Se eu falar que não desejei uma pneumonia estarei mentindo.

12 comentários:

  1. HAHAHAHAHA Tati, acho que já disse antes que sempre que vejo "Só Acontece Comigo" corro pra ler né? E o transporte público nunca falhando em gerar histórias para contar. A propósito, eu chamo o negócio de ponto hahaha

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkk... Coisas que só acontecem em ônibus!!!
    E respondi sua enquete rsrs
    Abraços Mika,
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir
  3. Gente mas eu adorei esse texto?????? hahaha ri de verdade aqui, sério. and respondi tua enquete! beijoss

    ResponderExcluir
  4. Eu já estava rindo muito, aí quando eu vi a opção "a vida é muito curta pra dar nome a isso" eu quase morri. Obrigada, estava precisando.

    Martina

    ResponderExcluir
  5. Hahaha ninguém merece! Povo sem noção... só rindo mesmo...
    Muito divertido o post e a enquete!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Aqui chamamos de PONTO =P
    hahahahahahhaha me diverti com o ocorrido (descupa, mas ri mesmo)
    Tem motorista que não deixa, sua sorte senão teria que ficar ouvindo o velho hahahha

    ResponderExcluir
  7. Nem me fala nessa gente. Ontem eu tava indo pra faculdade, já quase na porta da frente pq NÃO CABIA MAIS NINGUÉM DENTRO DA BOSTA DO ÔNIBUS. E me entra uma véia e diz ME DÁ LICENÇA QUERIDINHA. Quase falei pra ela: queridinha, licença PRA ONDE? Não tem como entrar mais ninguém aqui, te liga.
    Não basta o transporte público ser uma merda, tem gente que parece que só pega ônibus pra infernizar a vida dos outros. O ônibus da FURG passa por uma vila antes, mas tem gente que não vai nem pra FURG e nem pra essa vila, que podia pegar QUALQUER OUTRO ÔNIBUS, mas pega esse pra infernizar os estudantes. Tomar no cu pouco é bobagem, né?

    ResponderExcluir
  8. HUEAHUEHUA passei 5 anos indo pra faculdade de bus, então tu pensa por quanto sofrimento já passei. Pior nem é o ônibus, e sim as pessoas sem nenhum bom senso, querendo que vc se fragmente pra dar espaço, qnd na verdade NÃO HÁ ESPAÇO, QUERIDOS. Lidem com isso. Pior são os barracos no ônibus. Sempre quero rir mas não posso, porque tenho medo de criarem confusão comigo e eu não ter pra onde correr. HAHAHA
    Beijos gatinha lindinha vc me fascina.
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir
  9. to achando que a minha pequena cidade do interior do errejota também se parece com sp viu! vira e mexe acontece isso comigo. Achei engraçado foi o cara na maior falta de educação "se adianta ai" OUSH QUEM ELE PENSA QUE É quando to na roleta e alguém falta com respeito o cobrador pega as minhas dores (pq faço amizade com tds pra isso mesmo) HAHAH
    SOBRE A PARCERIA MIGA ADOREI, nao sei muito bem como funciona esse bagulho, pq so fazia parceria em blog quando eu tinha uns 11 anos e trocava gifs cas miga, mas me add aqui no fb (https://www.facebook.com/laarissalopess) que eu te explico o meu projeto e a gente ve como casar nossas ideias da melhor forma possivel!
    beijoooos!!
    http://cheiade-alegria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olha flor, eu tenho TANTA história bizarra de transporte público que você nem acredita... Já sentaram no meu colo e disseram que não iam sair, já sentaram em dois bancos e disseram que eu não ia sentar, já ficaram gritando que eu era princesinha, não devia estar ali e que devia ir de taxi. Só doido no mundo, viu? hahahahahaha

    Beijos e sucesso com o blog.
    http://www.nagarupadavespa.com.br/

    ResponderExcluir
  11. AHEUAHEUAHEAUEHUEAHEAUEAHUEAHUEAEAHUAEHEAUEAHUEAHEAU CARAAAAAAAA
    eu já tinha lido seu post na faculdade (até respondi a enquete), mas não tive oportunidade de comentar
    E caraaaaaa, eu já fui tapada que nem esse cara. Primeira vez que eu peguei um ônibus realmente lotado, fiquei desesperada achando que ia ficar presa na roleta e que eu não ia descer etc e tal. Aí a cobradora do ônibus percebeu que eu tava com uma cara BEM DESESPERADA e me falou.

    Aqui em Manaus as pessoas chamam de "parada", mas eu sou carioca e chamo de "ponto". Estou sempre sujeita a más interpretações porque aqui PONTO tem relação com prostituição. Mas eu tô 100% nem aí HAHAHAHAHA

    Beijo!
    Burlesque Suicide

    ResponderExcluir
  12. WTF pessoa assim!? Em Curitiba a situação não é tão tensa - normalmente -, mas sempre há indivíduos demasiadamente abençoados que fazem merdas parecidas IQWDHUIQHWIDUHIQWHDIUHQWD E nós, meros mortais, temos que nos conformar... E chegar em casa loucos para xingar muito no Twitter.

    Olha o lado bom, as peças do seu corpo ficaram todas no lugar, ele podia ter dado a louca e feito barraco rs.

    É isso rs
    xoxo

    ResponderExcluir

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3