Só acontece comigo #15

Ou: restaurantes - o retorno.


Eu estava aqui nesse domingo de muito frio com direito a nariz vermelho pensando nas consequências dos meus atos, porque por acaso hoje eu derrubei o meu celular na privada e lembrei de todos os desastres que acontecem comigo diariamente e pensei que tem alguma parada errada no meio disso tudo, tá ligado mano? Tá certo não. Já imaginei até que deve ter algum grupo privado no Facebook cujos participantes formam uma conspiração exclusivamente contra a Tatiane, sabe?

Mas então eu lembrei que em menos de cinco anos eu quebrei um total de quatro espelhos, de diferentes jeitos, de diferentes tamanhos e vamos lá fazer o cálculo todo, são exatamente 28 anos de azar e eu que nunca acreditei em superstição agora acredito sim por motivos óbvios que podem ser encontrados em todos os "Só acontece comigo" já publicados.
Se alguém se importa com o meu celular saiba que ele está aqui do meu lado, mergulhado em arroz cru, porque além de ser desastrada eu tenho que ser louca e acreditar no que eu leio pelos sites da vida, vai que ele volta a funcionar né? Enquanto isso já tem outro filhinho previsto pra chegar em até 5 dias úteis, me endividar SIM ficar sem celular NÃO. Só o meu psicológico que se encontra abatido mas quando é que ele não esteve assim, convenhamos.

Pensei em todos os desastres que ainda não contei para meus amiguinhos internautas e o que eu mais queria contar não posso sabem por que? Porque eu tinha que gravar um pequeno vídeo, mas o meu celular morreu, quis aprender a nadar e se afogou então não tem vídeo. Portanto fiquem com a outra opção - sou tão azarada que posso ESCOLHER o desastre da vez gente, alguém contrata um psicólogo pelo amor de Deus. - que mais uma vez aconteceu em um restaurante.

Da última vez tivemos o caso do espirro, em que prometi não voltar no local por um tempo mas já voltei por uma coisa muito gostosa chamada queijo branco. No caso de hoje, temos outro restaurante próximo a minha senzala (vulgo emprego/local de trabalho/ganha pão.), onde ás quintas um dos pratos principais é o lindo, maravilhoso, tudo de bom strogonoff de carne.

Nada contra o strogonoff tudo contra a bebida. Eu podia ter feito como em todos os dias e pego um refrigerante de latinha, que seria mais seguro para a minha própria vida. Mas não, a Tatiane quis ser natural, quis ser saudável (com um prato de strogonoff de um lado e um suco natural do outro, muito saudável viu parabéns.) e pediu um suco natural de manga.

Como em todo restaurante a bebida chegou primeiro que a comida, e eu com meu estômago se tornando parte do meu cérebro de tanta fome, fui feliz da vida beber o suco.

Um copo.
Um suco.
Um canudo.
Duas pedras de gelo.
E eu.
Eu linda, maravilhosa, idiota, imprestável.
Minha jaqueta suja de suco.
Minha calça suja de suco próximo a regiões que davam a impressão de que eu não tenho controle nem sobre meus próprios rins.

Sim amigos, eu consegui derrubar o suco na minha própria pessoa sendo que havia um canudo entre nós. UM. CA.NU.DO.
Eu vou me trancar em casa pelos próximos 28 anos.
E ainda assim é capaz de eu colocar fogo na casa.
Eu estou muito mal alguém me passa o lencinho e da um ombro amigo pra chorar, por favor.

Comentários

  1. A teoria do arroz pra chamar os japoneses pra concertarem teu celular funcionou? kkkkkk Díos mío, tu também já entornou suco de manga pela roupa a fora? Bate amiga o/ Isso deve fazer parte da vida, ou sei lá. Enfim, te empresto meu ombro, mas cuidado que minha jaqueta é branca.
    PseudoPiegas

    ResponderExcluir
  2. AHHHHHH, como eu adoro posts assim! hahaha
    Juro que nem é pela desgraça narrada (pelas desgraças, aliás), mas pela forma engraçada como tu consegue colocar isso num post. Eu queria ter esse dom, sabe? De escrever com essa comicidade. Mas tá. Já perdi as esperanças, sempre vou parecer uma velha rabugenta nos meus textos.

    Não sei se isso serve de consolo, mas também já deixei meu celular cair na água e, detalhe, água da privada. Eu tinha acabado de dar descarga, mas foi igualmente nojento. Eu consegui salvá-lo usando a técnica do arroz (net, sua linda) e ele ficou meio pirado, claro, mas funcionava direitinho. O que me doía era saber de onde ele estava vindo, mas depois de passar todos os produtos de limpeza possíveis nele e ele ainda ligar, achei válido continuar com o guerreiro.

    Aliás, sem querer ser chata, mas os rins só fazem a filtragem do líquido que vai virar urina e tal. Mas também já passei por uma dessas. Derramei café em mim e parecia que eu tinha feito xixi nas calças. Bem vinda ao clube!

    palavras alienadas ♥

    ResponderExcluir
  3. HAUAHUAHUAHUA tantas teorias ... acho que é só um momento, as coisas boas vem naturalmente, poxa!

    ResponderExcluir
  4. as vezes me sinto assim, mas depois acordo e percebo o quanto sou maravilhoso... tudo passa, tudo muda baby..
    •• gislei.com

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho vários fatos de vergonha pós "desmantelo" meu. Mas também acontecem coisas comigo por culpa de agentes externos tipo assim: [será o relato de uma das minhas maiores vergonhas] Um dia fui com meu noivo numa Mc Donalds e sentei na mesa enquanto ele foi buscar os pedidos no balcão. Quando ele veio com a bandeja, e foi me entregar meu pedido, o copo de refrigerante voou na minha pessoa. Imagine uma pessoa TODA molhada de Coca-cola no meio de uma lanchonete lotada = eu. rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Ah cara, eu te entendo perfeitamente! Vivo cometendo gafes tensas em quase todo lugar que eu vou! E olha que eu nunca quebrei um espelho hein.

    Mas veja pelo lado bom, era suco de manga, fresquinho e saudável. Eu já derrubei café quente. xD

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. HAHAHAHAHA vei, o modo como vc conta é mil vezes mais divertido que o fato em si. Se vc recontase a minha vida ela ia parecer mil vezes mais legal. Talvez até eu achasse ela legal. HAHAHA adoray. E esse layout tá lindo de viver <3
    http://www.canseidesernerd.com

    ResponderExcluir
  8. Imaginei a cena e sinceramente acho que poderia ter acontecido com qualquer um, mas acho que só você tem os olhos pra enxergar a beleza desses pequenos acidentes e contá-los no blog! :)

    ResponderExcluir
  9. na privada??? caramba...acho que não quero saber como isso aconteceu. só lamento pela série de desventuras que tem acontecido na sua vida. .__. é de deitar em posição fetal e chorar baixinho debaixo das cobertas.| te desejo mais sorte u.u||Emilie Escreve||

    ResponderExcluir
  10. Eu li a seção inteirinha de "só acontece comigo" e tô me mijando de rir até agora.
    Juro que não sei como conseguem derrubar o celular na privada. Mas, uma professora já conseguiu LAVAR o celular porque esqueceu no bolso da calça. AHEUHA
    O arroz funciona sim e qualquer coisa compra sílica gel que ajuda também. :x
    E isso do restaurante... eu não voltava mais lá tão cedo e ficaria morrendo de vergonha. :X

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3