Não era crush, era cilada.

Quando topei entrar no Blogmas do meu jeitinho (postando com mais frequência, mas não todo dia) só entrei de cabeça nessa graças as maravilhosas Manu, Ana, Mia e Michas, que estão dando todo o apoio necessário em um grupo nomeado como "Cilada" e combinando posts para bichar. Entre eles, temos este que se apresenta à vocês no momento: depois do meu top 5 fictional male crushes no BEDA, eis aqui o "Não era crush, era cilada" pois todos os crushes que serão citados aqui só machucam e abusam do meu coração.

1. Crush da literatura.



Esse é um problema muito comum na vida de um leitor: a paixãozinha por um personagem que está ali, em uma página de livro. A vontade que eu fiquei de citar o Mrs. Darcy, vocês não fazem ideia! Mas como já fiz uso dele no meu top 5 anterior, dou a posição para Mrs. Edward Ferrars, de Razão e Sensibilidade. Jane Austen sabia como ninguém o jeito certo de criar homens.

2. Crush das telinhas.



Logan Huntzberger é uma enorme questão na minha vida. Nas temporadas clássicas de Gilmore Girls ele já tinha seus problemas - e eu odeio muito a forma como ele é apresentado à Rory - e o Revival só trouxe mais alguns probleminhas para o personagem, mas meu coração bate forte quando ele passa e os sentimentos são os únicos fatos.


3. Da vida escolar.

Monica Geller que sou, separei a categoria em outras três subcategorias: pré-escola, ensino fundamental e ensino médio. Desculpa.

3.1. Crush da pré-escola.




Quem não assistiu Full House pelo SBT que atire a primeira pedra. Nomeada como Três é Demais, a série era o entretenimento de qualquer criança que passasse o horário do almoço em frente a TV, e a maioria das fãs mirins reconhecia a beleza do tio Jesse. A guitarra, o cabelo ridículo que só ele conseguia fazer dar certo e todas as vezes em que ele se derretia pela Stephanie - derretendo os nossos corações, que não entendiamos o quão errada era aquela paixão - só aumentavam a sensação de "então é isso que meus pais sentem um pelo outro?".

3.2. Crush do ensino fundamental.



Se eu pudesse fugir do meu passado garanto que o teria feito nessa subcategoria. Durante um período da minha vida fui muito fã (lê-se obcecada) dos Jonas Brothers. Só minha mãe sabe o que passou pra me aguentar. Eram pôsters, madrugadas na frente da TV, letras de músicas escritas pela casa, e um único e verdadeiro amor: Joe Jonas. Como vocês podem ver, eu tinha essa coisa com cabelos horríveis. Juro que tá superado.

3.3. Crush do ensino médio.




Ainda sou muita fã da banda 30STM, mas durante meu ensino médio tive uma queda acima do normal pelo Jared Leto. Hoje tá mais superada, o admiro como ator, mas não sinto as mesmas borboletas no estômago de antes. I'm over it.

4. Música.

Não consigo escolher só um e criei mais subcategorias, vocês se acostumem.


4.1. Borboletas sempre voltam e o seu jardim sou eu.

Se Brandon Flowers é um jardim eu sou sua borboleta. A piada foi tão ruim que vou parar por aqui mesmo.



4.2. Solos de guitarra não conquistam o Kid Abelha, mas me conquistam totalmente.

James Bay, o meu amor londrino e impossível. Para entender o motivo do nome dado à subcategoria recomendo que assistam o seguinte vídeo.


4.3. Minha terra tem palmeiras onde canta o Sabiá.




Gustavo Bertoni. Brasileiro, inteligente, talentoso, bom partido. Tão perto e ao mesmo tempo um sonho tão distante, uma pena.


5. Celebridade


Tell me what you really, really want e que pena que não sou eu, David Beckham. Que homem bonito é David Beckham.

6. Girl crush.



Anne Hathaway. Que mulher é Anne Hathaway né? Qualquer um que já tenha a visto sabe do que eu tô falando.

7. Crush morta.




Quando a Manu surgiu com a ideia dessa categoria todas tivemos um ataque. E não, a ideia não é roubar nenhum cadáver, e sim falar sobre pessoas (ou personagens) que infelizmente não estão mais entre nós, mas merecem ser lembrados. E esse é o momento em que todo fã de Grey's Anatomy chora. Dr. Shepherd, maldito seja o dia em que Shonda Rhimes te levou.

8. Crush intelectual (ou pessoas cuja inteligência é atraente).

Mia Couto é um escritor moçambicano, que em suas obras usa contextos de conflitos moçambicanos reais e por meio delas estabelece críticas sociais. Tem uma história incrível por trás dele, e dizem por ai que para quem faz Letras na USP é comum encontrá-lo pelos corredores. Queria, não vou negar.

9. Crush guilty pleasure.




Alex Turner. Tudo bem que muita gente também tem suas quedinhas pelo garoto, mas a gente precisa confessar: não é uma crush que você aponte no meio da rua e sua amiga entenda o motivo. Sinceridades a parte, apesar da beleza não tão estonteante, Alexzinho tem um mistério que emana de si e ganha corações.

No meio disso tudo ainda tinha uma categoria para crushes sobrenaturais, mas atualmente não consumo nada que me permita estar apaixonada por vampiros ou diabinhos, então passei assoviando por ela como se nada tivesse acontecido. Foram tantas pessoas que estou um pouco nervosa e se continuar digitando corro o risco de me desapaixonar por todos, então vou ficar por aqui, mas não se esqueçam de me contar nos comentários quais nomes vocês encaixariam nas categorias!

Comentários

  1. Acho que peguei spoiler de Grey's :O ou não, sei lá. Só sei que ainda não conclui a série.
    Só tenho pra falar: Logan, Dean, Damon. PORQUE DEUS, rs.
    Adorei o post. Bjinhos.

    ResponderExcluir
  2. Vamos sentar no tapete, pegar aqueles salgadinhos que fedem, fazer as unhas e falar de crush pois seus crushs ♥
    Jane Austen é muito perfeita criando homens. Eles são tão perfeitos que claramente só podem ser obra de uma mulher (feminista extrema, risos). Ainda atribuo um pouco de culpa à Jane por não ter um namorado pois não quero ninguém pior que Darcy (e essa pessoa não existe no mundo real, é aqui que eu choro).
    Vamos fingir que é um segredo, mas eu ainda escuto os Jonas Irmãos (apelido carinhoso). Mesmo assim, acho o Joe meio babaca (sorry) porque ele só fodeu com o coração das pessoas (vide Demi e cia).
    O que posso falar de Brandon Flowers? Como não amar um homem que veste fantasia de carnaval e continua machão? Como não amar aqueles ternos com gliter? E esse cabelo com topete? E o sorriso? E aquela fase emo de franjinha e delineador? E aquela fase de homão da porra quando ele deixou a barba crescer? E essa voz que penetra na alma quando ele fala "time, truth and heart" no final de All These Things That I've Done? Vou resumir com um ♥
    James Bay e Alex Turner eu só posso dizer que: England. A Inglaterra tem o poder de fazer esses homens que nem são lá tão bonitos assim, não são fortões nem nada, mas é só olhar/ouvir que pimba, tô fisgada. Amo Alex porém torcendo pra ele firmar esse bromance com o Milles. Se isso não é amor, não sei o que é.
    E Grey's, se tem pessoa no mundo que sabe escolher homem é a dona Shonda (exceto Burke, aquele maldito). Acho que eu citaria o Sloan porque, que homem! Sem contar com os que estão vivinhos: Owen, Avery e Karev (amo Karev e vou protegê-lo). Page cardio!
    E, se eu pudesse ser qualquer mulher do mundo, eu seria a Anne Hathaway. Onde já se viu ficar bonita com qualquer tipo de roupa de qualquer estilo? Tipo em O Diabo Veste Prada, era pra ela estar feia no inicio do filme?

    ResponderExcluir
  3. Nos crushes sobrenaturais eu poderia colocar muita gente, HAHAHAHA! Mas eu fiquei tentando lembrar crushes e me dei conta que os meus são todos fictícios e 2D, essa é a hora que ligo pra minha terapeuta e marco uma sessão extra?
    SOCORRO.

    ResponderExcluir
  4. OOOOOOOOOOi

    AI PARA! Acabei de vir de um blog super legalzão e encontrei post desses. Isso é uma tag? onde me inscrevo? como me junto ao clã das diferentonas? precisamos de algum ritual? HAHAHAHH kero responder essa linda porque ADOREEEEEEEEEEEEEEEEEEI demais <3 socorr

    E sobre crushes: Alex Turner... como lidar? ai ai...

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  5. BRANDON FLOWERSSSSSSSSSSSSSS É TODO MEU mas eu divido com vc, amiga!!! Mr. Ferrars é um partidão, né? Eu deixo meu coraçãozinho todo na mão desses mocinhos Austen. E olha, nem eu que nao curto Arctic Monkeys sou imune a esse charme estranhíssimo do moço Alex. Crush estranha mesmo são essas que são unânimes e ninguém sabe explicar HAHAHAHAH. :****

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3