O último Novembro.



Ainda lembro de quando decidi começar esse blog. Era uma tarde de domingo, inicio do segundo semestre de 2013. Muitas mudanças tinham acontecido, eu estava lidando pela primeira vez com as responsabilidades de um emprego, aprendendo a me virar sem meus pais no centro de São Paulo, conhecendo pessoas na minha nova escola - e notando quem realmente eram meus amigos na outra - e sentindo o peso de carregar tudo isso. Criei o endereço no Blogger e esperei mais algumas semanas pra finalmente começar a usar. Demorei pra encontrar um nome, mas encontrei, decidi chamá-lo de Novembro Inconstante. Novembro, por ser o mês em que há alguns anos as coisas tendiam a simplesmente acontecer sem que eu as esperasse; Inconstante, por ser uma característica muito forte na minha própria personalidade, não sou muito de raízes, gosto de pensar em como tudo pode ser além, e como esperado, no último ano notei mais uma mudança: aqui não era mais a minha casa.

Quando entrava aqui sempre escrevia algo novo, e a maioria desses textos foram perdidos, porque não me sentia a vontade para expor aqueles pensamentos, não sentia que seria útil para mais alguém. Criei uma newsletter, na qual ainda publico, e percebi que lá eu conseguia me abrir com facilidade. Eu gosto de receber as respostas direto na caixa de entrada do meu e-mail, de compartilhar coisas com pessoas que nunca vi na vida, mas que me contam suas experiências em uma espécie de confiança mútua via internet, gosto de terminar a linha de raciocínio com um "Don't forget to take a breath, com carinho, Tati", porque eu adoraria saber que alguém que nem me conhece está me desejando um pouquinho de ar para respirar sempre que necessário acompanhado de carinho, de atenção, e saber que posso estar passando isso para quem me lê é confortável. Olhar para a página inicial do Tinyletter e sempre rir com o nome que dei, "Trupica, mas não cai" me traz vontade de continuar a escrever ali, porque é um resumo exato do que eu pretendo com aqueles e-mails: falar dos meus tropeços que ainda não me derrubaram, mas que eu vou levando.

Se a newsletter estava se tornando uma boa fuga, por outro lado, abrir o Blogger me causava ansiedade. Eu preferia falar de séries, de filmes, coisas que todo mundo vê, do que mostrar a minha maneira de ver tudo. Achava egoísta pensar que alguém se importava, e esse foi meu maior erro. Lá em 2013, quando comecei com tudo isso, a ideia central nunca foi agradar quem me visitasse. Se eu encontrasse pelo menos uma pessoa que se identificasse com algo, tava no lucro, mas ter reconhecimento por textos que escrevo quando tudo é grande demais para carregar definitivamente não era o propósito. Fiquei semanas encarando a página inicial do blog, pensando se tinha acabado, se eu não conseguiria mais escrever como antes, até perceber que o problema estava no nome. A inconstância tinha acabado, e Novembro não era mais uma marca que eu pretendia carregar pra lá e pra cá. 

Reli todo meu arquivo, reparei em todas as pessoas que conheci - sendo elas próximas ou uma espécie de vizinho da internet em que troco alguns comentários sobre a vida e admiro de longe - por ter coragem de usar esse espaço em branco como uma extensão dos meus pensamentos (AmandaAna, BeaBeatrizFelipe, Manu, Mia, Michas, Natália) e vi que durante três anos, tudo o que fiz foi transformar coisas banais do meu cotidiano em extensões do meu mundo, foi, como diz o ditado, pegar os limões que a vida me dava e transformar em limonada. E se o que eu preciso pra continuar é me identificar com o nome, que seja esse.

Foram 56 posts de "Só acontece comigo", conversas sobre séries, filmes, livros e música, com algumas teorias distorcidas pela minha maneira de enxergar o mundo. Foram muitos textos sensíveis cujos comentários me acolheram, as amizades virtuais feitas e a imensa ajuda em descobrir dia após dia quem eu quero ser (e como chegar lá), mas para reconstruir é preciso primeiro destruir, então que assim seja.

Em breve a url vai ser trocada por "limaoquenada.blogspot" (tentei colocar só limonada, MAS JÁ PENSARAM NISSO ANTES, NÃO É MESMO?) e o Novembro Inconstante vai se tornar só uma url de direcionamento, os arquivos serão os mesmos, o layout - como vocês podem perceber - também, e eu realmente espero que a única coisa destruída seja esse peso que eu esteva sentindo, porque vai ser essencial ter quem sempre me acompanhou pra espremer tantos limões pelos anos à frente.

Que a gente possa se reinventar, sempre. Até o próximo post!

(Aqui eu não escrevo o com carinho no rodapé, mas imagino que vocês o sintam daí.)

Comentários

  1. VOU TE BATER, abri isso aqui pensando que cê ia sair da blogosfera for good. Guria, não me mata de susto assim nunca mais, tá entendendo? Affs.

    Dito isso: sou favorável a mudanças e já tive meus siricuticos ao longo dos anos com nome/url/conforto-em-escrever-no-blog. O meu passou, se transformou e estamos convivendo. Espero que o seu também passe.

    Kissus ;*

    ResponderExcluir
  2. Se a vida te der limões, FAÇA UM BLOG MARAVILHOSO ♥
    Realmente, o nome novo do blog serve pra várias ocasiões. Até porque, na vida a gente tá meio que tentando fazer uma limonada mesmo hahaha
    Eu super sinto essa confiança mútua quando a gente conversa pelo e-mail e amo o "don't forget to take a breath" - porque as vezes a gente esquece mesmo - e também amo esse hamster fofo ali do lado desejando que algo de bom aconteça comigo. Sempre que leio as coisas que você escreve eu me sinto um pouco representada e um pouco cúmplice. Por mais que a gente reclame as vezes, não é uma reclamação do tipo "nossa, que merda, nunca vai melhorar". Tá mais pra "fazer o que, né? vamos vivendo" e é por isso que eu achei o nome muito apropriado.
    Espero que ele continue carregando a sua marca por um bom tempo e que você sempre venha aqui e na news pra gente bater um papo sobre os limões que a vida nos dá.
    Ah, e me sinto muito honrada por meu nome estar ali em cima ♥♥
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. comecei o texto tensa pensando que "lá se vai mais um bom blog". mas é um recomeço. e que bom! para reavivar meu blog também mudo todo o esquema dele. só não mudo o nome porque ainda me representa. gosto muito daqui e desejo que o limaoquenada expresse o que você quer que seja expresso, e que mais textos e situações sejam apresentados a nós do lado de cá :)

    boa sorte!

    ResponderExcluir
  4. Eu conheci o blog há pouco tempo e de cara já gostei do modo que você escreve os posts, principalmente do humor do "só acontece comigo".
    As vezes é bom mudarmos algumas coisas nossas. Gostei muito do novo nome do blog.
    Beijos, Aline
    Verso Aleatório

    ResponderExcluir
  5. Conheci o blog hoje. No dia exato em que você diz que vai mudar. Aproveitei e me inscrevi na Newsletter - mesmo que eu não seja lá muito acostumada em ler assiduamente os meus e-mails, vai ser bom ter algo pelo que esperar. Eu amei seu blog e o jeito que você escreve. Então, mesmo que mude, eu vou voltar outras vezes. Do limão a gente tira limonada, um blog incrível e inspiração. Que você consiga tirar muita limonada desse novo caminho. Te desejo toda a sorte. (E muito carinho).

    Beijos,
    Conto Paulistano

    ResponderExcluir
  6. Comecei lendl o texto pensando que você ia desistir de escrever em blogs!
    Susto viu!

    Gosto tanto doa teus textos!
    Algumas vezes, realmente precisamos de mudança! Nos últimos meses eu comecei uma série de mudanças (inclusive de blog) e estou amando!

    Mudanças nos fortalece!

    Aguardo ansiosamente o novo blog.


    Aaah, e nem sabia que você tinha uma newsletter! Vou me inscrever!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Tati <3
    Te entendo muito na decisão de mudar o nome do blog. Sabe quando a gente tem uma roupa que gosta muito e usa bastante, mas, de repente, um dia a gente percebe que não serve mais ou que, sei lá, não combina mais com a gente? Não é mais a nossa cara? Então, acho que é mais ou menos o que acontece com nossos blogs. Às vezes, é só o nome. Outras, é o layout. Pode acontecer de ser tanto o nome, quanto os textos. Aí, o melhor mesmo é mudar, né?
    Gostei muito do nome "Limonada" e de toda a ideia por trás. Tem um quê de bom humor e de pensamento positivo que eu acho super válido. Porque né, a vida não é perfeita, a gente passa por uns perrengues, mas a gente se diverte também, tem coisas boas. A gente aprende com tudo e tira algum proveito das situações. :D
    Não tinha assinado a sua newsletter até o momento (!!!), mas já corrigi esse fato e tô ansiosa para te conhecer ainda melhor. E também gosto muito da ideia de escrever mais sobre a sua forma de ver o mundo. É algo que também quero fazer com mais frequência, apesar de sempre achar infinitamente mais fácil falar de filmes, séries e livros. Mas a gente vai conseguir. O importante é ficar feliz com o que estamos fazendo por aqui, né?

    Beijos,
    Michas

    ResponderExcluir
  8. Mudar é legal. Gosto muito de Novembro Inconstante, mas ja peguei um carinho por limonada <3
    Desejo tudo de bom nessa nova fase

    ResponderExcluir
  9. OOOOOOOOOOOOOOOOI

    menine... se tem uma pessoa que realmente é a favor dessa reinvenção de si mesmo,essa pessoa sou eu. Super te apoio nesse novo projeto e quero sim continuar por aqui.
    Fiz o blog mais ou menos na mesma época que você e em meio a mesma situação: emprego novo, confusão, vontade de ser ouvida. E cá estamos anos depois *-*
    tudo vai continuar sendo lindo nessa sua nova fase

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
  10. Às vezes uma pequena coisa (tipo mudar o nome do blog) faz toda a diferença :) estava me sentindo sufocada pela vida e mudei uns móveis do quarto de lugar e juro que ajudou hahaha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3