05 julho 2018

Flipop!

Imagem de divulgação da Editora Seguinte. 
A Flipop -- Festival de Literatura Pop --, aconteceu em São Paulo no último fim de semana (de 29 de Junho a 1 de Julho), reunindo escritores, leitores e todos que de alguma forma se envolvem com a literatura "young adult". Essa foi só a segunda edição do festival idealizado e organizado pela Diana, e desde o ano passado eu gostava de dar uma conferida nas mesas e nos convidados confirmados só pra passar vontade mesmo. Cerca de uma semana antes do evento, começaram a surgir alguns sorteios pra ingressos, e como sou pobre apenas uni o útil ao agradável (ser pobre não é nem útil, nem agradável, mas vocês entenderam), e participei de todos... Pra não ganhar nenhum. 

Mas se a Diana já mostrava ser uma ótima pessoa por ter todo o cuidado de realizar um evento direcionado para uma área literária que no Brasil ainda é bem deixada de lado, só mostrou ainda mais o quanto é maravilhosa quando me enviou um e-mail me convidando pra ir ao evento. Diana, nem todos os obrigadas do mundo seriam capazes de mostrar o quão feliz fiquei!

No dia 29 fui com a cara e a coragem enfrentar minha primeira vez em um evento literário sem nenhum acompanhante, e tive um total de zero arrependimentos. Não consegui ir aos três dias, porque no domingo tinha uma prova pra fazer, mas acompanhei algumas coisas na sexta e no sábado que foram muito valiosas. 

Logo na entrada recebíamos um kit com alguns marcadores, INGRESSO PRA BIENAL, brindes, INGRESSO PRA BIENAL.


Às 14:45 assisti ao bate-papo "Livros como profissão", com Ale Kalko (designer), Bruno Anselmi Matangrano (pesquisador), Guilherme Miranda (tradutor), Priscilla Sigwalt (Turista Literário) e mediação de Iris Figueiredo, autora de Céu Sem Estrelas. A discussão foi bem interessante pra quem acompanha as editoras nacionais e sabe como ainda é um mercado difícil por aqui, já que somos uma das populações que menos tem acesso a literatura. 

Como divulgação do livro Tiger Lily, a editora Morro Branco distribuiu nos kits essa mini garrafa com pó de pirlimpimpim, uma gracinha!


No sábado consegui acompanhar mais mesas. Às dez da manhã estava assistindo ao "Livro ao vivo: ambientação", com Samir Machado de Machado, autor de Tupinilândia e Vitor Martins, de Um Milhão de Finais de Felizes, com mediação de AJ Oliveira e Jana Bianchi, que participam do podcast Curta Ficção. Nos três dias a mesa "Livro ao vivo" iria acontecer com diferentes convidados e temas que partiam da criação de personagens, ambientação, e no domingo, o conflito do enredo. Foi muito divertido e bem aberto pra participação do público nas criações, que chegaram até em um búfalo que pode falar, mas tem uma dona surda que não percebe nada de diferente nele. 

Da esquerda para a direita: AJ Oliveira, Vitor Martins, Samir Machado de Machado e Jana Bianchi. 
Às 11:30 consegue assistir ao bate-papo "Os horizontes do YA", pelas editoras Morro Branco e Plataforma 21, com participação dos escritores Bruna Miranda, Jim Anotsu, May Sigwalt e mediação da incrível Cláudia Fusco. Acho que das que tive a oportunidade de ver, essa foi a melhor discussão. Foi ótimo ouvir sobre como o youg adult tem cada dia abordado mais temas necessários, que muitas vezes são ignorados por outros segmentos da literatura, e perceber o quanto as raízes do preconceito literário com os livros que fazem parte do YA é sem sentido, até porque a proposta de abordar o cotidiano jovem já estava presente em muitos livros hoje considerados clássicos. 

Além de tudo isso, consegui dois livros como cortesia: Maze Runner: O Código da Febre e Grandes Mulheres que Mudaram o Mundo (livro lindo demais, todo ilustrado).


Mesmo não conseguindo ficar tanto como queria, e sem poder ir no domingo, foram dois dias muito legais. Recomendo demais estar presente na próxima edição!

EU TO RIIIIIIIIIIIIIIIIIIICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA DE MARCADOREEES!!!

6 comentários

  1. bem que a gente podia organizar um ciladacontro na flipop do ano que vem, né

    ResponderExcluir
  2. Que evento massa!! Evento é sempre bom <3
    Adorei os marcadores kkkk marcador nunca é de mais...
    Beijos!

    Emy-lee Cosplay

    ResponderExcluir
  3. Tenho muita vontade de ir em um evento literário. Esses brindes são bem legais né?!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAH, QUE DELÍCIA! Queria tanto ter ido porque é do lado de casa, mas não me organizei e nem tive tempo, o que é uma pena, mas amei que você gostou tanto. Tinha algumas amigas lá expondo e elas também adoraram a experiência. Ansiosa pra ir ano que vem e espero que o evento só cresça.

    Aliás, não sei se você já leu algo do Maze Runner, mas já li a saga inteira e é realmente ótima! :)

    www.paleseptember.com

    ResponderExcluir
  5. Que máximo esse evento Tati! E que bacana você ter conseguido ir dois dias. Deve ter sido incrível. Eventos literários são sempre recompensadores. <3

    ResponderExcluir
  6. Cara, que evento maravilhooooso e eu nem sabia que existia! Deve ter sido realmente uma experiência incrível e garota, cê ganhou tudo isso em dois dias? Imagina se fosse nos três! hahaha
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3

© Limonada.
Maira Gall