14 julho 2020

Coisas DOIDAS que aconteceram apesar da pandemia

Esse post é uma tentativa de me convencer que ainda acontecem coisas legais. Na maioria dos dias a gente sabe que não, mas vocês entenderam. 

|Janeiro|

Estava por acaso navegando pelos mares da internet e de última hora descobri que a Netflix estava fazendo um evento em SP -- os ingressos já estavam no segundo lote e tudo. Foi assim que no meio das férias da minha mãe, a arrastei pro Ibirapuera e comemos o melhor waffle (e único) das nossas vidas e ficamos no meio de um bando de adolescentes surtadas pelo Noah Centineo. 



|Fevereiro|

Coloquei aparelho ortodôntico em Dezembro de 2014 e só fui tirar em Fevereiro de 2020. Pois é. Agora não tenho mais ferros na boca e às vezes ainda surto pensando que meu sorriso não é bonito. O que importa é ter dentes, né?

|Março| 

Último mês (e ainda assim, incompleto) antes do apocalipse acontecer no Brasil. Realizei um sonho antigo -- falei dele aqui --, que era a tatuagem de uma nuvem com gotinhas de chuva caindo. Logo que a fiz, me senti 100% uma grande gostosa e melhorou muito a autoestima. Já passou. Vou precisar fazer outra pra melhorar, heh. 



|Abril|

Paçoca fez dois anos. 



|Maio|

Comecei a falar de livros no Youtube pra não acabar conversando com as paredes em casa. 

|Junho|

Um professor da faculdade do nada apareceu doando um computador completo. Eu tinha um notebook com dez anos de (r)existência, e quando as aulas EAD foram confirmadas, já me tremi toda porque sabia que ele não daria conta do recado. Entrei em contato achando que alguém já teria pego e ninguém tinha ido atrás, D E S T I N O. O motivo da doação foi que a máquina não aguentava um determinado programa, mas gente... Já baixei The Sims 4, Photoshop, Adobe Premiere, e ele sequer trava. Nem sabia que dava pra um computador ser bom desse jeito. 

A doação levou uma coisa a outra e eu realizei o sonho da escrivaninha própria. Ela é larga e alta, cabe o PC e as coisinhas que uso pra estudar. Me sinto uma importante redatora de uma revista de Nova York (Anne Hathaway, você me criou). 

A última coisa boa desse mês que dá pra falar sobre não é inteiramente legal. Minha mãe continua trabalhando já que é funcionária de supermercado, e nessa acabou contraindo o tal do vírus aí. Foram os sintomas leves, mas ainda assim são muito fortes, no geral ela é muito resistente com doenças e essa deu uma derrubada que eu nunca tinha visto acontecer. Ela já melhorou e voltou a trabalhar, porque o pobre nunca tem vez, mas acho que o ponto positivo que eu queria mostrar é esse, que ficou tudo bem.  Eu sigo quietinha em casa desde Março, só saio no meu bairro pra comprar comida, remédio, ou levar a Paçoca pra andar um pouco, e por mais que seja difícil e às vezes eu pense em desistir já que tanta gente não faz o mesmo, quando minha mãe contraiu o vírus também me testaram e o resultado foi negativo. Se por acaso você que está lendo isso já se sentiu o último dos seres humanos a tentar seguir uma quarentena que o próprio governo já arruinou, mesmo sem uma cura e com casos novos diariamente, espero que esse pequeno relato te fortaleça. Fazer o certo ainda é o melhor -- e pode salvar você, sua família e todas as pessoas com quem você não entrou em contato. 

Ainda não sei o que vai ser do segundo semestre. Não consigo ver nosso país voltando ao normal em 2020 (eu fiz um post com as coisas boas que aconteceram reunidas pra logo em seguida jogar esse balde de água fria, né? Muito bom, nota dez), mas espero que a gente tenha o mínimo de controle sobre a situação daqui em diante. Não custa nada esperar pelo melhor, né?


14 comentários

  1. Eu também fiz minha primeira tattoo esse ano, é em homenagem à minha mamis, e a gente realmente fica se sentindo maneira (kkkkkkkkkkkkkkk), né? A tua é muito adorávelll. Também já voltei pensando na próxima.

    Que bom que tua mãe está melhor. <3 Todo dia eu passo ÓDIO com esse bando de gente desgraçada que tá nos levando ainda mais pra esse buraco. *Calma, Carolina, respira.*

    Na minha retrospectiva de 2019 eu também falei que me recusava a ter um ano ruim e agora eu fico KKKKKKKKKKKKKKK RINDO DE NERVOSA. Ai, ai...

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tati!
    Muitas coisas boas aconteceram esse ano, que legal. 🤩 Que bom que sua mãe se recuperou, Tati. Imagino toda a sua preocupação.
    Feliz aniversário atrasado pra paçoca! Cheirinho nela ❤️
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Curto muito seus posts, são muito bem criativos e interessantes.. Sempre estou aqui lendo e compartilhando com minhas amigas...

    Beijos 😘.

    Meu Blog: Sorteio Pernambuco da Sorte

    ResponderExcluir
  4. Que paçoquinha linda modeuso ♡♡♡
    Eu sei que esse meu dia vai chegar tbm de tirar o aparelho kkkkk ansiosa demais por esse dia.
    Que bom que sua mãe melhorou ❤
    Apesar dos pesares todos conseguimos ficar bem ne?
    diariodumadesastrada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. 202. que ano.
    (e que tatuagem lindinha!)

    ResponderExcluir
  6. Achei gostosinho esse post com coisinhas bonitinhas e animadoras, e acho que é impossível a gente só falar de coisa boa e ignorar que existe uma quarentena da porta pra fora. Assim como você eu estou arrancando meus cabelitchos e me perguntando porque eu estou sendo uma mocinha nesse filme sci-fi em vez de jogar tudo pro alto e sair de casa. E no fim é isso, não vale assim tanto a pena. Duas colegas de trabalho da minha mãe saíram de férias, resolveram botar o pé pra fora e pegaram a covid - eu estou bem é quietinha no meu canto e dando graças aos deuses que as pessoas da minha família também têm esse privilégio :/
    Achei uma fofura a sua tatuagem e estou aqui me perguntando se tem fotos dessa escrivavinha??? Que vc merece??? Mas não lembro se eu li sobre??? Só lembro da jornada da escrivaninha mais ou menos, HUASHUAHUAUH!

    Beijinhos Tati, espero que você e mamãe fiquem e permaneçam bem ♥

    ResponderExcluir
  7. acredite, ler coisas boas ajuda muito, por isso, adorei o post!
    também me sinto assim quando faço tatuagem nova. já tenho 6 e tô implorando pelo fim da quarentena pra poder fazer a sétima, hahaha.
    que bom que sua mãe está bem. a paçoca é uma fofura! :)

    ResponderExcluir
  8. Mesmo com tudo que tá acontecendo, é sempre bom recordar coisas boas, se não, a gente fica mais doido ainda.
    Que legal esse evento da Netflix!
    A sensação de tirar o aparelho é bem estranho né, mas é tão bom!
    A sua tatuagem ficou muito linda.
    Parabéns atrasado para Paçoça!!!
    Que bom que sua mãe ficou bem. Esse vírus nos deixa tão preocupados né.. e dá uma raiva ver tanta gente que pode ficar em casa e não fica.

    ResponderExcluir
  9. É bom fazer uma lista das coisas que aconteceram apesar da pandemia, pq é muito fácil ficar preso só nas coisas ruins né? eu amei tua tatuagem, também tenho vontade de tatuar algo parecido. Computador novo é muito bom, né? Só imagino o tipo de programa que ele queria instalar e não deu se coube tudo isso já hahahaa
    Sinto muito que tua mãe tenha pego covid, mas feliz que ela já esteja bem!!

    Paçoca é muito fofa afff
    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. É muito doido como o ano começou numa vibe completamente diferente e descambou nesse momento merda que estamos agora. Mas ver o lado bom das coisas é um dom kkkkkkk Fiquei muito feliz por você ter ganhado um PC porque agora podemos papear sobre The Sims ♥ e eu não acredito que a Paçoca fez dois anos!!! Me sinto uma idosa

    ResponderExcluir
  11. Achei bem legal que você conseguiu ver coisas boas em meio ao caos. Fico feliz que a sua mãe tenha se recuperado e eu sinto o mesmo que você, parece que sobraram poucos gatos pingados como nós, que tem seguido a quarentena corretamente. Estou em casa desde abril e sonhando com uma vacina pra poder sair normalmente na rua.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  12. Nhoi Tati <3 fazendo um double comment aqui rapidíssimo pra contar que te indiquei num meme!
    http://hishoku-sora.blogspot.com/2020/08/um-meme-fantastico.html

    ResponderExcluir
  13. Nossa eu não fazia ideia que o Noah e a Lana vieram pro Brasil!

    Eu também fiquei anos com aparelho. E acho que a gente estranha por um tempo. Você não se sentiu sem dentes quando tirou? haha é tão esquisito!

    Sua tatuagem é linda! Amei as gotinhas ♥

    Puxa sinto muito pela sua mãe. Mas que bom que apesar de tudo ela melhorou. Esse vírus é coisa séria. A gente acha que só da uma gripinha, mas ela derruba qualquer um mesmo. Sua mãe é uma guerreira!

    Ai nossa eu super me identifiquei com o negócio do pc. O meu também tá quase morrendo, mas tenho de tudo baixado. Do The Sims 4 ao pacote Adobe. Acho que quando queremos muito a gente dá um jeito de fazer funcionar rs

    Bom finalzinho de semana pra você Tati!

    ResponderExcluir

-Spam não são publicados.
-Costumo responder todos os comentários no blog de quem os faz, se você estiver em anônimo, volte ao post em que comentou que responderei no mesmo.
-Obrigada por visitar <3

© Limonada
Maira Gall